Copirraite

DeMuletaAQuadcoptero

De muleta à quadcopter, esse é o estágio do meu projeto atual (que vai demorar bastante para terminar e que já começou a um mês mais ou menos).

Estou me baseando no projeto do AeroQuad que usa um Arduino como plataforma de controle. Isso tem me ensinado ainda mais sobre programação no Arduino e sobre alguns sensores diferentes como acelerômetros e giroscópios.

Depois que ele finalmente voar, espero colocar uma câmera HD para fazer tomadas interessantes…

The best of my MikroKopter from Bandion on Vimeo.

…e transmitir imagens ao vivo, talvez até com piloto automático.

O objetivo final é voar pela Av. Paulista à noite e rir, no final de semana, com os relatos de OVNI no Fantástico.

Aos poucos o movimento de Open Hardware começa a chamar a atenção do mundo corporativo.

Uma das últimas notícias que li sobre OH foi na BusinessWeek, onde contou-se um pouco como a Accenture vêm utilizando a plataforma da BugLabs para desenvolvimento rápido de protótipos.

Picture 1

Este rápido desenvolvimento de protótipos é um dos grandes benefícios do Open Hardware. Para a maioria das pessoas pode ser difícil imaginar uma pessoa criando um iPhone na garagem de sua casa. É algo tão complexo, com peças tão pequenas…

Curioso sobre o que era Open Hardware durante a produção de um artigo que escrevi na pós-graduação eu decidi sair da teoria e botar a mão na massa. Estou aprendendo algumas coisas no caminho, entre elas acho que a principal lição é: Hardware, na verdade, é muito mais Software do que imaginamos: um iPhone tem basicamente os mesmos componentes de qualquer celular… a grande diferença está no código, que define como o aparelho usará estes componentes.

Depois que crio algo em casa, com componentes nem um pouco miniaturizados, mas com o código funcionando, eu posso buscar a miniaturização e a produção. Quem sabe dando um salto tecnológico em medicina:

Ou aviação:

Qual será o impacto disso tudo para a economia? Qual será o papel de empresas que hoje estão focadas no desenvolvimento de novas plataformas, como a Apple e a Nokia?

Eu, Robô

Posted on: agosto 4, 2009

Eu tenho uma teoria de que um dos próximos mercados mundiais gigantescos será o de robótica. Acredito que no futuro próximo, a maior empresa do mundo será uma empresa que fabricará robôs.
Não nego a influência de filmes como “Eu, Robô” nessa minha percepção do futuro.

Se eu estiver certo, os japoneses recuperarão a sua posição entre as potências econômicas mundiais. Não acho que investem em robótica apenas buscando maior produtividade em suas fábricas. Acredito que eles imaginam, e apostam, em um futuro onde toda família terá um robô. Onde robôs farão trabalhos de segunda categoria, ou trabalho perigosos para seres humanos.

Eles são apaixonados pelos “humanóides”.

E quase estão chegando lá…

Tags:

Picture 2
O Arduino fez uma aparição especial no hotsite da Ford para o Ford Fusion. Acho que foi o pessoal do Laboratorio que construiu a máquina. Confira.

Tags:

Steady Cam

Posted on: julho 17, 2009

Acho que foi em 2008 que eu conheci, por acaso, um projeto de steady cam do Johnny Chung Lee. Na verdade caí no site dele por conta dos seus projetos com o WiiMote (controle do Nintendo Wii).

O esquema do Johnny Lee custa 14 dólares, ao contrário dos mais de US$2.000 de uma steady cam profissional. Ele colocou os planos de construção no seu site, que já foi visto por mais de um milhão de pessoas em pouco tempo. Ele também vende um kit pela sua empresa, Little Great Ideas, por US$39,95 para quem tem preguiça de construir a sua própria (um exemplo de como Open Hardware pode se tornar um negócio).

Hoje vi um novo projeto de steadycam no Gizmodo. Esta é um pouco mais complexa, usando um gimbal ao invés de contrapesos. O resultado me pareceu melhor.

Caso queira construir a sua, os planos do Johnny Lee estão aqui e os que saíram no Gizmodo estão aqui.

Quero ver o que cineastas amadores fazem com mais esta ferramenta barata nas mãos. O resultados dos hacks é umas das coisas do DIY que mais me chamam a atenção. Cada vez mais os consumidores têm as ferramentas necessárias para produzir aquilo que um dia apenas consumiam, como filmes com alta qualidade, softwares, hardware, etc.

ABY box

Posted on: julho 13, 2009

Foto 0019

A pedido do meu amigo @pbcruzneto eu tentei construir um pedal para guitarras. Foi uma boa troca. Ele pagou pelos componentes e eu aprendi muito.

A ABY box serve para que ele consiga ligar a sua guitarra em dois amplificadores, podendo escolher de maneira fácil qual deles usar (ou os dois ao mesmo tempo).

Diria que apanhei bastante por alguns motivos:

  1. Ainda estou aprendendo a soldar;
  2. Não conseguia entender direito o guia que nós tínhamos;
  3. Compramos peças que não eram idênticas aos do guia original.

Foi um excelente aprendizado para o final de semana, e que rendeu uma inédita visita à Santa Ifigênia.

Sobre a Santa Ifigênia, sinceramente espero não ter que voltar lá. Rodamos aquele lugar procurando os componentes quando tudo estava mais fácil no http://www.soldafria.com.br. Sem fila, sem multidão. O frete de R$11,20 cobre com sobre o que eu gastaria com metrô e o desgaste de procurar as peças.

A partir deste projeto eu também fiz o meu primeiro Instructable (que acredito ser melhor do que o guia original que usamos).

Atualizações Twitter